Contactos

Adilson consorcios ltda.

  • Pessoa de contato: Adilson Ltda
  • Telefone: +55 (11) 4106-22-40 ramal 11, 11993993448
  • +55 (11) 99399-34-48 ramal 11, 11993993448
  • Endereço postal: RUA ALMIRANTE PEREIRA GUIMARÃES, 265 - PACAEMBU - SP, são paulo, São Paulo, 01250-001, Brasil

Renovações do site
BOULEVARD C 1500, foto 1
  • BOULEVARD C 1500, foto 2
  • BOULEVARD C 1500, foto 3
  • BOULEVARD C 1500, foto 4
  • BOULEVARD C 1500, foto 5
  • BOULEVARD C 1500, foto 6
  • BOULEVARD C 1500, foto 7
  • BOULEVARD C 1500, foto 8
  • BOULEVARD C 1500, foto 9
  • BOULEVARD C 1500, foto 10

BOULEVARD C 1500

Do design ao motor V2 refrigerado a ar, modelo é um autêntico representante dos tradicionais modelos custom.
disponível
R$40.499
Encomendar
Informação de contato
  • Pessoa de contato: Adilson Ltda
  • Telefone: +55 (11) 4106-22-40 ramal 11, 11993993448
  • +55 (11) 99399-34-48 ramal 11, 11993993448
  • Endereço postal: RUA ALMIRANTE PEREIRA GUIMARÃES, 265 - PACAEMBU - SP, são paulo, São Paulo, 01250-001, Brasil
Descrição detalhada de um produto
  • FOTOS DO SITE MERAMENTE ILUSTRATIVAS.

Desde que deu o nome Boulevard aos seus modelos custom, a Suzuki os dividiu em duas famílias diferentes: as mais modernas, que trazem a letra “M”, e as clássicas, com a letra “C”. No Brasil, a representante das custom futuristas é a M800; já as clássicas têm a grande Boulevard C 1500 como estandarte.

A Suzuki Boulevard C 1500 mostra já no desenho a inspiração das motos long-and-low (longas e baixas) dos anos 40 e 50. Os pára-lamas dianteiro e traseiro trazem uma espécie de “franja” que em muito lembra as antigas Indian, motos norte-americanas do século passado. O farol, no estilo “cabeça-de-touro”, bem grande e cromado, remete ao estilo clássico.

O painel de instrumentos traz o primeiro sinal de modernidade, com marcador de combustível e hodômetros digitais. Fixado sobre o tanque, ele é bastante simples, mostrando ainda um grande velocímetro analógico e luzes de advertência. Como toda boa custom, a Boulevard 1500 também exibe cromados de sobra, que se estendem do farol aos dois canos de escapamento.

Modernidade escondida

No conjunto mecânico, a inspiração clássica aparece no motor de dois cilindros em “V” de exatos 1.462 cm³, com a tradicional refrigeração a ar e óleo. Porém a modernidade do propulsor está escondida no sistema de alimentação: a Boulevard C 1500 é equipada com injeção eletrônica de duas borboletas, uma controlada pelo piloto por meio do acelerador e outra monitorada eletronicamente. Trata-se do tal SDTV (Suzuki Dual Throttle Valve), derivado da linha superesportiva da marca, que proporciona uma melhor alimentação em qualquer faixa de giro. Na prática, isso se traduz em respostas rápidas no acelerador e torque de sobra desde as baixas rotações.

Confirmando, dessa forma, os números de desempenho declarados: torque máximo de 11,7 kgm já nas 2.800 rpm e potência suficiente para viajar com tranqüilidade, 69 cv a 4.800 rpm.

Outro detalhe do conjunto motriz da C 1500 que foge à receita clássica é a transmissão final por eixo-cardã. Praticamente livre de manutenção, evita o incômodo de lubrificar a corrente em uma longa viagem.

Na estrada

É justamente em uma longa viagem que o motociclista vai usufruir as qualidades dessa enorme custom – são mais de 2,5 m de comprimento total. Apesar desse porte e do peso (302 kg a seco), ela não é uma moto difícil de manobrar. Principalmente pelo baixo centro de gravidade, reforçado pelo tanque de 14 l localizado sob o assento do piloto.

A capacidade do reservatório poderia ser maior em uma estradeira como a Boulevard C 1500, mas o grande assento destinado ao piloto, em conjunto com o guidão largo, é ideal para pilotar por muitos e muitos quilômetros.

Mais do tradicional pode ser notado no conjunto ciclístico: quadro berço-duplo em aço, suspensão telescópica na dianteira e uma suspensão traseira com um mono amortecedor, imitando as antigas motos “rabo-duro”, que não tinham amortecimento atrás. Macias e projetadas para piso bom, as suspensões podem sofrer nas estradas mal-pavimentadas.

Além do conforto proporcionado pelas suspensões e assento, o piloto conta com a embreagem de acionamento hidráulico para engatar as cinco marchas do câmbio. Com torque de sobra, a C 1500 não exige muitas trocas de marchas, mas sempre é bom contar com um manete macio, principalmente em uma longa viagem.

Para proporcionar uma posição “relaxada” ao piloto, a Boulevard C 1500 traz pedaleiras plataforma e comandos avançados como itens de série. Chama a atenção o enorme pedal de freio traseiro, para acionar a pinça de quatro pistões que morde um único disco ventilado, na traseira. Na dianteira, dois discos ventilados com pinças de dois pistões. Não são o grande destaque da moto, mas dão conta de parar a Suzuki C1500 com segurança.

Mais cores para 2008

Neste modelo 2008, a Boulevard ganhou novas cores, além da preta: vermelha com tanque em vermelho e preto, e prata. Cotada a R$ 56.091, a Boulevard C 1500 enfrenta a acirrada concorrência das Harley-Davidson, como a Softail Deluxe, vendida a R$ 61,9 mil, mas que traz o charme da marca norte-americana estampado no tanque.

Entre as japonesas, a 1500 cm³ da Suzuki reina praticamente sozinha. Afinal a Yamaha não oferece uma custom de grande cilindrada e a Honda conta com a VTX 1800, vendida a US$ 33.138 (cerca de R$ 59 mil), com um estilo mais futurista, fugindo do tradicional “long-and-low”.

Informação para encomenda
  • Preço: R$40.499
Categoria do catálogo Negociol.com: Veículos automóveis, motociclos, veículos pesados e ônibus usados em São Paulo
Criado: 07/06/11 02:41
Alterado: 06/11/17 15:36